Preparativos para o Novo Concurso do TJ-MG 2018


Edital deverá ser publicado a partir de julho de 2018.

Um novo concurso público deve ser lançado pelo Tribunal de Justiça do Estado de Minas Gerais (TJ/MG) ainda no ano de 2018. A previsão é que isso aconteça de julho de 2018 em diante

As vagas que devem ser lançadas pelo Tribunal de Justiça do Estado de Minas Gerais são para os cargos de oficial e técnico judiciário para a primeira instância, de acordo com a previsão da instituição, que ainda nem definiu a banca, ou seja, o processo ainda vai demorar para ser concluído.


O cargo de oficial do TJ do Estado de Minas Gerais é para pessoas que concluíram o ensino médio. Os selecionados e contratados irão atuar como oficial de justiça avaliador. Já as oportunidades para o cargo de técnico judiciário é para pessoas que fizeram faculdade em instituição reconhecida pelo MEC.

Atualmente estão sendo selecionada a licitação para a escolha da banca organizadora. A previsão é que a divulgação da escolhida ocorra já nas próximas semanas de junho de 2018.

O certame do Tribunal de Justiça do Estado de Minas Gerais vai oferecer as remunerações básicas iniciais de R$ 4.202,59 para técnicos e de R$ 2.683,58 para oficiais. O número de vagas ainda não foi confirmado mas, além delas, será feita também a formação do cadastro reserva de pessoal. Neste caso, as pessoas que ficaram cadastradas serão chamadas caso abra nova vaga no Tribunal de Justiça do Estado de Minas Gerais durante a validade do certame. Isso pode acontecer quando algum funcionário pedir a exoneração, se aposentar, entre outros.



Enquanto as vagas do Tribunal de Justiça do Estado de Minas Gerais para quem tem ensino médio completo, são para a área de oficial de justiça avaliador, o cargo que exige graduação completa, ou seja, as vagas para os técnicos, serão para assistente social judicial e psicólogo judicial. Para concorrer é preciso graduação na área.

Embora o edital ainda não esteja pronto, a taxa de inscrição já foi divulgada no edital de licitação. Ela será de R$ 70 para o cargo de oficial e R$ 90 para os técnicos.

Todos os inscritos serão submetidos a prova de múltipla escolha, cuja data ainda será divulgada. As provas terão 60 questões.

O cargo que exige graduação completa terá 60 questões divididas da seguinte forma: cinco de noções de informática, 15 de língua portuguesa, 15 de noções de direito e 25 de conhecimentos específicos. Já o cargo para quem tem ensino médio terá prova com questões divididas assim: cinco de noções de informática, 20 de língua portuguesa, 15 de noções de direito e 20 de conhecimentos específicos.

Os candidatos também deverão redigir uma redação. As provas serão realizadas em Belo Horizonte, Diamantina, Governador Valadares, Juiz de Fora, Montes Claros, Uberlândia e Varginha e terão duração de 4h30. O Tribunal de Justiça do Estado de Minas Gerais espera que 85 mil pessoas se inscrevam para este certame.

Atribuições dos Cargos do concurso do Tribunal de Justiça do Estado de Minas Gerais

CARGO/ESPECIALIDADE DE NÍVEL MÉDIO:

Cargo: Oficial Judiciário (Classe D)

Especialidade: Oficial de Justiça Avaliador – JPI-SG: os contratados vão substituir o chefe, quando necessário; realizar as avaliações judiciais nos casos indicados; realizar atividades do processo judicial eletrônico; fazer notificações e demais diligências próprias do seu ofício,; acompanhar comissões e grupos de trabalho; entre outros.

Cargo: Técnico Judiciário (Classe C) – Especialidade: Assistente Social Judicial– JPI-GS

Atribuições: os contratados vão substituir o chefe, quando necessário; realizar atividades diversas solicitadas pelo superior hierárquico; quando necessário, fazer intervenções técnicas em audiências de conciliação e mediação; entre outros.

Técnico Judiciário (Classe C) – Especialidade: Psicólogo Judicial – JPI-GS: Os contratados vão substituir o chefe, quando necessário; participar de grupos de trabalho; participar de omissões e realizar intervenções técnicas; executar outras atividades identificadas pelo superior hierárquico,; entre outros.

Por Milena Godoy

Deixe o seu comentário