Novo Concurso Público do Iphan 2018


Oportunidades de nível médio e superior irão ofertar salários de até R$ 5 mil.

O novo concurso público do Iphan, o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional, ofertará 411 vagas que serão distribuídas entre 3 cargos. A informação sobre a autorização foi divulgada por meio de uma publicação no DOU, o Diário Oficial da União, na edição do dia 3 de maio de 2018.

Sobre as vagas, cargos, requisitos e remuneração:


Desse total de 411 vagas, 131 vagas serão para o cargo de Auxiliar Institucional. Será cobrado dos candidatos que forem concorrer às vagas desse cargo, o Ensino Médio completo. A remuneração inicial para esse profissional será de R$ 3.877,97.

Para o cargo de Técnico, a quantidade de vagas disponíveis será de 176. Desses candidatos será cobrado o Ensino Superior Completo e a remuneração inicial será de R$ 5.493,29.

Para o cargo de analista a quantidade de vagas ofertadas será de 104. Desses candidatos também será cobrado o Ensino Superior Completo e, assim como no cargo anterior a remuneração inicial será de R$ 5.493,29.



OBS: As remunerações informadas, estão baseadas na tabela vigente referente aos salários oferecidos aos servidores federais. Os valores descritos, já estão com os auxílios-alimentação inclusos.

Sobre o Edital

O prazo para a publicação do Edital é de 6 meses, portanto, espera-se que o Edital de Abertura seja publicado no início do mês de novembro desse ano.

Sobre a Banca Organizadora

A Banca Organizadora do Concurso deve ser definida pelo Órgão nas semanas seguintes.

Postos de Trabalho

Ainda não se sabe quais os Estados serão contemplados com as oportunidades, porém, assim como nos concursos anteriores, espera-se que sejam ofertadas vagas em diversos Estados do Brasil.

Último concurso do Iphan

O último Concurso Público do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico aconteceu no ano de 2009, ofertou 187 vagas e teve como banca organizadora a Universa.

O total de vagas disponíveis também foram distribuídas entre os 3 cargos, sendo que para Analista o total de vagas ofertadas foi de 57, para o cargo de Técnico foram 60 vagas e para o posto de Auxiliar Institucional, o total de vagas foi de 70.

Foi exigido dos candidatos que concorreram às vagas para o cargo de Analista e Técnico, o Ensino Superior Completo, já dos candidatos que concorreram às vagas para o posto de Auxiliar Institucional, foi cobrado o Ensino Médio Completo.

O processo de seleção dos candidatos ocorreu por meio da aplicação de provas objetivas e os conhecimentos avaliados nelas foram: Língua Portuguesa; Inglês; Raciocínio Lógico, Fundamentos da administração pública – gestão pública e fundamentos de direito constitucional e administrativo; Fundamentos das atividades relacionadas à Gestão do Patrimônio Cultural e Noções de Informática e/ ou Conhecimentos Específicos, além da Análise de Títulos, direcionada apenas para candidatos concorrentes dos cargos de Nível Superior.

As vagas desse último concurso contemplou cidades de diversos estados como São Paulo; Minas Gerais; Rio de Janeiro; Espirito Santo; Santa Catarina; Paraná; Rio Grande do Sul; Mato Grosso; Mato Grosso do Sul; Goiás; Ceará; Sergipe; Paraíba; Pernambuco; Alagoas; Rio Grande do Norte; Maranhão; Piauí; Bahia; Pará; Amapá; Amazonas; Roraima; Tocantins; Rondônia; Acre e Distrito Federal.

Sobre o órgão

O Iphan – Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional, é uma autarquia federal que foi criado no ano de 1937.

O Instituto está vinculado com Ministério da Cultura e, é o órgão é responsável por zelar pelos elementos culturais do Brasil, tomando os devidos cuidados para que os bens culturais do Brasil sejam conservados, para que a existência dos mesmos seja usufruída pelas gerações presentes e futuras

Quem tiver interesse em participar do concurso público, deve ficar atento à futuras informações relacionadas à escolha da Banca Organizadora e dos membros que vão compor a Comissão, pois após essas etapas serem definidas, o Edital será publicado.

Rosângela Rodrigues

Deixe o seu comentário