Concurso Previsto do STM em 2018 – Edital, Vagas


Certame tem previsão de ofertar 41 vagas em cargos de Analista e Técnico Judiciário.

O Superior Tribunal Militar, STM, divulgou alguns meses que iria realizar um concurso público para a contratação de novos funcionários. Pois, era necessário renovar e aumentar o quadro de funcionários da instituição. Com o passar dos tempos, algumas informações foram sendo confirmadas a respeito do processo seletivo e a última foi que o edital seria divulgado nas primeiras semanas de dezembro. Se você procura por uma nova oportunidade em sua carreira profissional, o concurso público do Superior Tribunal Militar pode ser a sua chance. Saiba agora todas as informações que já se tem acesso acerca desse processo admissional.

Como dito acima o edital só vai ser publicado em dezembro. Mas, o Superior Tribunal Militar já divulgou que inicialmente vão ser oferecidas cerca de 41 vagas, sendo que esse número ainda pode aumentar e também haverá vagas para formar o cadastro reserva do STM.


O processo seletivo vai ofertar oportunidades para os campos de analista judiciário, para as seguintes áreas: área apoio especializado/revisão de texto; apoio especializado/estatística; apoio especializado/engenharia civil; apoio especializado/contabilidade; apoio especializado/análise de sistemas; administrativa; área judiciária.

Para o campo de técnico judiciário, as áreas são: apoio especializado/programação e especialidades administrativa.

Para ocupar a função de técnico judiciário precisa ter formação no ensino médio e já para a função de analista judiciário precisa ter a formação em um curso superior em uma área que atenda as necessidades do posto de trabalho.



Além dos requisitos iniciais, citados acima, os interessados precisam atender a outros requisitos para que caso sejam aprovados, não percam a sua vaga. As regras são: ser maior de idade, ser naturalizado brasileiro, ser aprovado em todas as fases do processo seletivo, não possuir nenhum problema judiciário, estar em dia com as obrigações políticas, eleitorais e militares (para candidatos do sexo masculino), comprovar que possui aptidão física e mental para ocupar os cargos, possuir boa conduta e possui experiência em uma das funções desejadas, dentre outras.

As vagas devem ser distribuídas para as seguintes localidades brasileiras: Campo Grande/ Mato Grosso do Sul; Manaus/ Amazonas; Belém/ Pará, Fortaleza/ Ceará; Recife/ Pernambuco, Salvador/ Bahia; Curitiba/ Paraná; Bagé/ Rio Grande do Sul/; Santa Maria/ Rio Grande do Sul; Porto Alegre/ Rio Grande do Sul; Juiz de Fora/ Minas Gerais; Rio de Janeiro/ Rio de Janeiro; São Paulo/ São Paulo e Brasília/ Distrito Federal.

Segundo o Superior Tribunal Militar, as vagas oferecem salários que variam entre R$ 6.100, 00 até R$ 10.200,00.

Outra informação confirmada foi que a banca organizadora a Cebraspe, popularmente, conhecida como Cespe/UnB. Banca conhecida a nível nacional e que já realizou centenas de concursos públicos.

Essas foram às primeiras informações já confirmadas e divulgadas pelo Superior Tribunal Militar. Ainda não foram confirmadas outas informações como: quando e em quais cidades vão acontecer os processos seletivos, quantas fases este concurso público vai ter, como os interessados podem se inscrever, datas para a inscrição, o valor da taxa de inscrição, quais os critérios de avaliação, os temas que podem ser cobrados nas provas, se os aprovados vão ter diretos a benefícios e se sim quais, validade desse concurso público.

O último concurso realizado pelo Superior Tribunal Militar foi no ano de 2010 e foram oferecidas 106 vagas, para as mesmas áreas de analista judiciário e técnico judiciário. Na ocasião, o concurso público também foi realizado pela Cespe/UnB. Os candidatos foram submetidos a um teste objetivo para todos os cargos. Para a ocupação de analista jurídico, os candidatos tiveram que realizar uma prova discursiva. E os interessados na ocupação de técnico judiciário realizam um teste de aptidão física. As provas foram realizadas nos seguintes municípios: Salvador/ Bahia; Rio de Janeiro/ Rio de Janeiro; Porto Alegre/ Rio Grande do Sul; Manaus/ Amazonas; Campo Grande/ Mato Grosso do Sul; Brasília/ Distrito Federal; Belém/ Pará e São Paulo/ São Paulo.

Por Isabela Castro

Related Post

Deixe o seu comentário