Concurso CRO GO 2019 – Vagas Abertas


CRO-GO oferta vagas de emprego em cargos que exigem o Nível Médio e Superior de ensino.

O Conselho Regional de Odontologia do Estado de Goiás (CRO-GO) publicou no último dia 27 o edital de abertura para o concurso público 2019. Há cargos disponíveis para os níveis médio e superior, e os salários vão de R$1.549,00 a R$ 5.828,00, além de benefícios. Se tem interesse em saber mais sobre o concurso do CRO-GO, confira o post e saiba como se inscrever.

Quadro de vagas

Ao todo, são ofertadas 11 vagas efetivas e mais de 130 vagas para cadastro reserva. Para este, o concurso público abrange também as cotas para candidatos negros (PPP) e para candidatos com deficiência (PCD). Para os candidatos com ensino médio completo, as vagas, bem como suas atribuições, são:


· Assistente administrativo: realizar atividades de apoio administrativo, como: efetuar ligações telefônicas; enviar e receber fax e e-mail; anotar recados; fazer cópias e encadernações de documentos em geral; realizar atendimento telefônico e presencial recepcionando clientes, visitantes e fornecendo informações; operar sistemas informatizados ligados a sua área de atuação, receber, conferir, armazenar e entregar documentos etc.

· Fiscal regional: além do ensino médio completo, os candidatos ao cargo deverão possuir disponibilidade para viagens em períodos e dias de acordo com as necessidades do CRO-GO e Carteira Nacional de Habilitação Categoria “B” ou superior. As atribuições do cargo são: efetuar serviços de fiscalização e inspeção de profissionais; executar os planos de trabalhos previamente definidos pelo fiscal Cirurgião Dentista; fazer cumprir as determinações legais do Órgão; prestar informações, orientações, ouvir dúvidas, reclamações ou sugestões dos profissionais fazendo o encaminhamento necessário, entre outros.

· Técnico de fiscalização: os candidatos ao cargo deverão, assim como os candidatos às vagas de fiscal regional, possuir ensino médio completo, disponibilidade para viajar e CNH categoria “B” ou superior. O técnico de fiscalização deverá fiscalizar o exercício da profissão de todas as categorias odontológicas; fazer cumprir as determinações legais do Órgão; receber os protocolos de denúncias, programar e realizar as apurações necessárias; elaborar, planejar e executar os roteiros de viagem para fiscalização, entre outras atividades.



Já para os candidatos aos demais cargos, a exigência mínima é o ensino superior completo. As vagas são:

· Auditor de controle interno: planejar e/ou apoiar no planejamento das atividades de auditoria; definir verificações e amostras para realização de testes de trabalho; apontar desvios, formular recomendações e propor correções às irregularidades encontradas; prestar apoio e orientação visando à solução de problemas apontados em auditorias, entre outras atividades.

· Contador: o contador deverá ter concluído curso de graduação de nível superior, em grau de bacharel em Ciência Contábeis e possuir registro no Conselho Regional de Contabilidade do Estado de Goiás (CRC-GO), e deverá trabalhar para estabelecer métodos e práticas de auditoria contábil e financeira; coordenar, supervisionar e orientar as atividades contábeis das áreas internas; prestar assessoria contábil aos Diretores e Conselheiros do CRO-GO; supervisionar a confecção e transcrição de atos exigidos por legislação específica; elaborar estudos, programas e projetos de interesse do CRO-GO; supervisionar e orientar os trabalhos das equipes envolvidas na execução de programas e projetos especiais etc.

· Fiscal I: o candidato a fiscal deverá possuir curso de graduação completo em Odontologia, Registro no Conselho Regional de Odontologia de Goiás (CRO-GO), além de disponibilidade para viagens e Carteira Nacional de Habilitação Categoria “B” ou superior. As funções do fiscal incluem, dentre outras: orientar os inscritos quanto às normas pertinentes ao registro, sua manutenção e cancelamento; fiscalizar o exercício ilegal no campo de atuação da odontologia, apurando denúncias, informações recebidas formalmente ou obtidas a partir de pesquisa em mídias diversas; emitir notificações/comunicações/intimações e autos de infração de acordo com a legislação e normas vigentes.

Sobre as provas

As provas estão previstas para acontecerem no dia 04 de agosto, com duração de até 4 horas. As questões englobam língua portuguesa, noções de informática, raciocínio lógico e matemático e atualidades. Além disso, será cobrada ética no serviço público e legislação, além de conhecimentos específicos próprios de cada cargo.

Se tiver interesse em saber mais sobre o concurso público, acesse o site da banca Quadrix (www.quadrix.org.br) até o dia 08 de julho e faça sua inscrição!

Boa sorte!

Por Gabriela P.

Concurso



Post Relacionado

Concurso TRT 4ª Região 2019 – Vagas, Inscrições

Novo Concurso do TRT da 4ª Região abre vagas para atuação nos Estados do Rio Grande do Sul, Paraná e Santa Catarina. O Tribunal Regional Federal da 4ª Região abre inscrição para concurso com vagas de cadastro reserva para funções de nível ensino médio, técnico…

Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *